Financiamento de moto sem entrada, rápido e simples

--*--

Comprar a moto própria é o sonho de muitas pessoas. Para realizar esse sonho, muitos poupam dinheiro, cortam gastos e conseguem comprar à vista. Só que esse é um privilégio de poucos. Muitas pessoas não possuem renda suficiente para comprar uma moto à vista. Mesmo com o corte de gastos.

Por conta disso, elas acabam solicitando créditos, entrando em consórcios ou financiamentos. O financiamento facilita muito a vida das pessoas que precisam parcelar esse tipo de compra.

Como ele funciona?

Muitas pessoas que querem comprar uma moto não podem pagar em dinheiro. Esse é um dos objetivos do financiamento. Ele é um contrato assinado entre o cliente e o banco ou instituição financeira. O cliente seleciona o veículo e o banco paga ao revendedor em dinheiro. Por sua vez, o cliente paga a moto em prestações ao banco.

 O valor pode ser dividido pelo número de parcelas selecionadas pelo cliente. No entanto, o banco define um limite para pagamentos parcelados. Um ponto importante é que os bancos exigem o pagamento de uma parte do valor como entrada correspondente a, no mínimo, 20% do valor total do veículo. Mas há alguns bancos que exigem apenas 10% desse valor.

E quem não pode pagar o valor de entrada pode financiar mesmo assim?

Sim! Grande parte das instituições bancárias que prestam serviços de financiamento de motocicletas pode financiar 100% dos carros, ou seja, não há necessidade de dar um valor como entrada.

No entanto, deve-se notar que cada banco possui seus próprios termos e condições de serviço. Isso inclui taxas de juros. Dependendo da instituição bancária, a taxa de juros pode ser alta, porque é precisamente o valor do adiantamento que reduz a taxa de juros.

Quais são os documentos necessários?

Antes de tudo, é muito importante que você tenha todos os documentos necessários para o financiamento e exija que a transação seja realizada sem entrada. Para isso, você precisará dos seguintes documentos:

1.    RG

2.    CPF

3.    CNH

4.    Comprovante de renda Comprovante de residência

5.    E quaisquer outros documentos exigidos pela empresa financeira.

Esses documentos devem ser padronizados, ou seja, não devem conter restrições de crédito ou multas.

Existe alguma forma de diminuir os juros cobrados?

Sim, no entanto, é necessário que o cliente forneça o valor de entrada. Se seu objetivo é comprar uma motocicleta sem entrada, não há necessidade de pagar um valor de adiantamento e você não poderá reduzir a taxa de juros em prestações. Agora, se seu objetivo é comprar uma motocicleta por um longo tempo, você precisa economizar algum dinheiro para facilitar o pagamento da motocicleta.