6 dicas para ter o cartão de crédito aprovado com maior agilidade

--*--

Os cartões de crédito são uma ferramenta prática que se tornou parte do cotidiano de muitas pessoas, e o número de solicitações feitas todos os anos está crescendo: de acordo com a Abec (Associação Brasileira de Empresas de Serviços e Cartões de Crédito) em março, o uso de cartões aumentou quase 15 este ano %, um aumento de 1% sobre a emissão de cartões de débito. –

Mas não é fácil ter um cartão de crédito, especialmente se você tiver algum histórico de dívida ou mesmo nenhuma transação financeira em seu histórico. No entanto, existem algumas maneiras de simplificar esse caminho. Apresse-se: primeiro, vamos conversar com qualquer pessoa que já possua ou tenha um cartão de crédito.

1. Tenha um bom relacionamento com algum banco

Suponha que você tenha uma conta bancária em um banco público ou privado por um longo tempo. Você precisa manter uma situação financeira contínua, incluindo saques e transferências, principalmente para obter a receita principal nesta conta (isso é muito importante).

Como bom pagador de financiamento, créditos e investimentos em opções bancárias (poupança, China Development Bank, etc.), também influencia a tomada de decisão. Quando alguém pede um cartão de crédito, um dos possíveis motivos para não receber um cartão de crédito é o relacionamento de longa distância com o banco. Por exemplo, se a pessoa está relutante em usar um cartão de débito, o que garante que ela usará um cartão de crédito?

Como algumas pessoas disseram, ter uma conta virtual é perigoso porque, embora não possa garantir que a pessoa não use um cartão de crédito, não há garantia de que a pessoa usará o recurso. Portanto, ele valoriza a distância do banco; não importa quão básicas sejam suas interações, elas devem existir.

2. Mantenha um Score alto

Se você não souber o que é uma pontuação, visite este link, que explica tudo sobre esses pontos “sagrados”. Se a pontuação for alta, a aprovação do cartão de crédito poderá ser garantida quase na mesma semana (dependendo do banco ou da empresa do cartão). Com uma operação simples, você obtém uma pontuação alta: do básico ao financiamento, mas também por meio de registro atualizado, bom relacionamento com a empresa e pagamento pontual, quase sem registro de dívida.

Afinal, a pontuação informa ao analista se você é considerado bom ou ruim. Quanto mais você souber sobre os problemas financeiros mais recentes, maior será a chance de obter a maior aprovação do cartão de crédito. Afinal, seu pagamento não é reservado. E, para entender melhor esse problema de pontuação de crédito, saiba que o intervalo de pontuação é de 0 a 1.000.

Quanto mais próximo do máximo, mais rápida é a aprovação. Com isso em mente, pode não valer a pena solicitar o cartão no momento; se a pontuação for muito baixa, a pontuação poderá ser aumentada e a chance de sucesso aumentará.

3. Cadastro positivo

Atendendo também aos critérios de pontuação, a Serasa também disponibiliza um cadastro para orientar a empresa na escolha do pagador. Obtenha uma melhor compreensão aqui. Anteriormente, os consumidores procuravam ferramentas, encontravam suas pontuações e promoviam relacionamentos com empresas, faziam mais transações e pagavam pontualmente.

Hoje, a ferramenta foi autorizada pelo governo federal a entrar em contato com o pagador. Com esse registro, o cartão de crédito mais seguro e máximo pode entrar em contato com você através do seu bom histórico com o comerciante. Registre-se, mantenha-se atualizado e livre de dívidas e use essa ferramenta para simplificar o processo de pedido com cartão de crédito.

4. Confira seu CPF regularmente

Está certo! Seu arquivo de registro pessoal está anormal, apenas porque sua conta está atualizada. Isso ocorre porque no banco de dados de renda federal, você cumpriu suas obrigações eleitorais, como o registro. Existem várias maneiras de tornar seu CPF não convencional: registrar descasamentos em lojas ou agências governamentais, suspender o registro de eleitores ou até deixar de declarar imposto de renda.

Se o plano de previdência de uma pessoa não for normal, ele poderá ser afetado por uma série de complicações que restringem qualquer atividade cívica. Viajar para outro país se torna difícil porque é impossível obter um passaporte, operar uma conta bancária, comprar imóveis ou até levantar fundos.

A obtenção de um cartão de crédito é certamente difícil, porque o analista pode verificar o status regular e, assim, conceder ou não o cartão de crédito ao indivíduo a partir dos resultados. Se você não souber se o CPF é normal, faça uma pesquisa de registro gratuita na Internet. Para fazer isso, vá para a página do IRS.

5. Mantenha o cadastro sempre atualizado em bancos e financeiras

Mesmo que você mantenha um bom relacionamento com o banco e tenha um bom histórico, se os dados não corresponderem, a aprovação levará mais tempo. Até simples trocas de telefones celulares podem causar conflitos. Sempre procure sua empresa bancária ou de cartão de crédito e atualize todos os detalhes de suas informações pessoais.

6. Solicitar pessoalmente

Pela Internet, muitas empresas financeiras, bancos ou empresas que podem emitir cartões de crédito forneceram o pedido no site. Geralmente, quando os clientes respondem aos campos definidos para o pedido do cartão, eles seguem um padrão (credenciais pessoais, renda etc.). Isso atrasará o processo.

Quando você faz um pedido pessoalmente, o serviço é personalizado. Com sua autorização, todos os seus dados serão acessados ​​de uma maneira específica e seus dados pessoais serão analisados ​​com mais facilidade. Então espere. Os cartões de crédito tradicionais são muito altos, então a dica mais importante é: use dinheiro para se controlar!