Renault Sandero RS: Valor acessível, uma excelente opção para quem quer economizar

--*--

O Sandero sempre foi um veículo de sucesso. Quando sua primeira geração foi apresentada no Brasil, fez a Renault aumentar sua participação de mercado. E o motivo é simples: ofereceu o quarto de um carro do segmento C pelo preço de um modelo do segmento B. Mas faltava carisma. As pessoas o compraram por uma pechincha, apesar de seus muitos problemas de ergonomia.

A segunda geração resolveu a maioria deles, mas o carro perdeu a unicidade ao se parecer exatamente com o Logan. Precisava de uma versão que fizesse as pessoas desejarem. E essa versão veio como o Sandero R.S. Ainda seria uma barganha, mas quase irresistível. Um que apela não apenas ao seu bolso, mas também ao coração.

Características

Foram feitas revisões na carroceria, enquanto o emblema traseiro é maior do que antes. Isso foi feito para permitir que um botão abra o porta-malas onde você usaria sua chave antes. Passando para o interior, notamos que a aparência padrão do tecido é de maior qualidade, enquanto o couro sintético pode ser curtido pelo Stepway.

O volante parece ser o do Duster, com a Renault acrescentando que os apoios de braços são mais confortáveis. O Sandero R.S. também revela outros aspectos em que o Sandero comum não é tão bom. Os bancos da frente, por exemplo. Os R.S.s são muito maiores que os comuns. Isso implica que há menos espaço nos bancos traseiros. Dois adultos altos não podem sentar um atrás do outro, como normalmente podem em qualquer R.S. Sandero. Não parece ser um fardo, especialmente se você não precisar carregar alguém regularmente. Ou se você não tiver mais de 1,80 m.

O motor possui uma constante entrega, independentemente da rotação. É apenas uma questão de pedir ao carro para reagir com um simples movimento do pé direito. O Sandero R.S. obedientemente faz o que você exige. Pode atingir uma velocidade máxima de 202 km / he de 0 a 100 km / h em 8 s.

Valor

O Renault Sandero R.S custa R$ 74.890,00 no Brasil, em uma conversão direta, o Sandero R.S. custaria R$ 48.290,00 . Mesmo para os padrões brasileiros, não é muito caro. Por isso, é também uma pechincha para os países em desenvolvimento. O modelo esportivo mais barato disponível no mercado brasileiro é o Peugeot 208 GT, que custa R$ 48.000,00 . 

Conclusão

Algumas pessoas apontam para um fim iminente da cultura automóvel. Elas dizem que as crianças não gostam de carros como gostaram nas gerações anteriores. Que tal torná-los mais interessantes? Que tal fazer um que você possa pagar e que o deixará com saudades de mais tempo atrás do volante? A Renault provou que é possível fazer exatamente isso com qualquer carro. Mesmo que pareçam a opção mais espaçosa possível com a menor quantidade de dinheiro, como fizeram o Sandero e o Logan.