Dicas de como financiar um carro sem entrada

--*--

Ao decidir substituir ou comprar um carro novo, os consumidores precisam analisar muitos fatores, além das marcas e modelos nos quais estão mais interessados. A forma de pagamento é uma decisão muito importante porque nem sempre é impossível comprar um carro sem entrar.

Após a crise, com a recuperação da economia, as linhas de crédito tornaram-se mais acessíveis e, em alguns casos, as taxas de crédito também se mostraram muito atrativas para estimular os consumidores a fazer compras.

É necessário aproveitar várias oportunidades, como promoções, bônus para marcas e modelos específicos, promoções para fazer uma avaliação mais favorável do carro (como parte do pagamento), e outras opções que são úteis no momento da inscrição.

Como entender os métodos de pagamento mais comuns para conseguir o melhor negócio e comprar corretamente? Verificação de saída!

Pagamento em dinheiro

Para todos os brasileiros, essa é a forma ideal de comprar. Porém, nem sempre é possível ir à loja, escolher um carro e dirigir sem gastar dinheiro.

Pagar em dinheiro é uma forma de economizar na compra de automóveis. Isso porque reduz as perdas com depreciação, não exige o pagamento de juros pela concessão do crédito, não prejudica o orçamento mensal com as compras, não exige o carro como garantia de pagamento para a financeira e ainda melhores negociações no local. Feche o acordo.

Consórcio

Se for impossível comprar um carro à vista, a segunda melhor opção é um consórcio. As compras planejadas oferecem aos clientes mais opções para fechar um negócio sem ter que recorrer a encontrar uma oferta para comprar um carro sem comprar.

Consórcio é uma forma de economia planejada em que um grupo de consumidores se reúne para pagar uma carta de crédito com valor e prazo de pagamento definidos. Como esse dinheiro é administrado por uma empresa profissional, não há necessidade de pagar juros, mas as taxas de administração do contrato precisam ser pagas, então essa é uma das formas mais econômicas de comprar um carro.

Com o plano, é possível definir o tempo necessário para comprar um carro com pagamento à vista por meio de carta de crédito. No entanto, para clientes que precisam ou precisam urgentemente de um carro, essa não é uma opção viável porque o programa de afiliados geralmente dura até 100 meses.

Gestão financeira

Esta não é a melhor forma de pagamento na hora de comprar um carro, mas é a forma de pagamento mais usada atualmente. Devido às dificuldades econômicas que o país atravessa, nem sempre é possível ter reserva de caixa para comprar carros à vista, encontrar oferta de carros sem entrar em BH ou realizar um projeto que reduza as prestações do financiamento.

Empréstimo

Essa forma de pagamento é semelhante ao financiamento, mas não é feito diretamente na concessionária e sim no banco. O cliente utiliza a linha de crédito fornecida com base no relacionamento direto com a instituição.

O carro é pago à vista à concessionária ou concessionária, mas a dívida é contraída diretamente com o banco. Nesse caso, a instituição bancária costuma usar também o carro como garantia para pagar o empréstimo, portanto, normalmente, o recibo do veículo está em nome do banco.

Não há necessidade pagar entrada

Este é um meio de pagamento normal, mas por outro lado torna o valor do parcelamento ainda maior do que o normal dos empréstimos. Isso porque normalmente as concessionárias exigem entrada de um sinal de 20% do valor do veículo. Se esse depósito não for pago antecipadamente, será diluído parceladamente e acrescido de juros.