Financiar um carro para trabalhar! Pode ser uma ótima ideia

Trabalhar com aplicativo é uma das soluções encontradas por pessoas que perderam o emprego ou estão desempregadas há algum tempo. Para quem tem CNH e veículo próprio, essa ideia serve como uma luva. Mas as pessoas que não possuem um meio de transporte se veem forçadas a aderir aos métodos convencionais de conseguir comprar um veículo.


Diante disso surge uma questão: quais são os métodos atuais de conseguir comprar um carro para trabalhar como motorista de aplicativo? Veja algumas opções aqui neste artigo. Boa leitura!

Financiamento de carro para trabalhar


Este é um tipo de crédito concedido por bancos e empresas de serviços financeiros, no qual o cliente pode comprar um carro à vista e pagar por ele de forma parcelada. O cliente tem liberdade para escolher qual a melhor forma de pagar, a quantidade de parcelas e o valor que dará como entrada.

Sobre o valor de entrada, cabe salientar que, embora o cliente seja livre para estabelecê-lo, o banco determina a quantidade mínima que, em geral, é de 20% do valor total do veículo. Muitos bancos fazem pacotes e promoções voltadas para pessoas que desejam usar o veículo para trabalhar. Além disso, alguns deles permitem que os clientes financiem em 100% o carro.


Leasing de carro para trabalhar

O leasing também é uma das modalidades de crédito mais procuradas atualmente. O que o difere do financiamento é que o cliente só passa a ser dono do veículo após a conclusão do período estabelecido em contrato. A vantagem desse serviço são os benefícios para quem o utiliza. Um deles é manutenção preventiva que fica a cargo da empresa. Outros benefícios envolvem o custeio da documentação do veículo, que também é arcado pelo banco.

Algumas empresas cobram um valor de entrada pelo serviço. Além disso, o serviço possui juros relativamente menores que o financiamento.

Consórcio de carro

O consórcio é um tipo de compra recomendada para quem não tem pressa para adquirir o veículo, já que esta é realizada apenas mediante a sorteio mensal da carta de crédito. Todavia, existe a possibilidade de conseguir essa carta através de lances ou comprando diretamente com o membro do grupo do consórcio em questão.


Cabe salientar que a pessoa que compra a carta de crédito deve arcar com as demais parcelas do consórcio, já que o consórcio só encerra após todos os membros do grupo tiverem recebido esse crédito. Caso desejar, o interessado pode quitar totalmente o valor restante.